quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Breathe in the Music


"Como o Jair e sua esposa. Jair compõe, toca, tinha banda, cria e canta. Ele é uma pessoa musical, o que é fascinante e invejável."

É por causa de coisas como essas é que eu não consigo me afastar da música.
E me deixa inteiramente grato, saber que existem pessoas que de uma certa forma.
Ou pouco, ou muito, há anos, ou durante meros segundos, admiram uma criação, ou se identificam com algo que você pode dizer que nasceu em você.

Mas, ao contrario do que você diz e/ou acredita, Mrs. Coeur.
Todo mundo tem o poder de encantar outro ser, com, qualquer tipo de arte.
Se transportamos isso para a música, todo mundo pode criar coisas belas e maravilhosas.
Por mais louco e sem sentido que seja, SEMPRE existirá um sentido intrínseco nela.
Sempre existirá um ser humano perdido por ai, que se enxergue em nossos devaneios musicais.
Nem que seja, nós mesmos.


"E ainda há tempo, para você respirar
e sentir o oceano de claves e sonatas.
Todas elas atravessando seus canais.
para te deixar sem fôlego.
Mas, para isso, você precisará estourar a bolha."

Créditos Foto: Rapaz....

2 comentários:

Aline Oliveira disse...

Wow!!!!!!!!

Mad Coeur conquistou créditos pra anos agora ! hahahhaa

Sim. O encanto está em muitas formas e é muito pessoal. Descobri-lo é a incógnita...E transportá-lo para a música não é muito fácil. Vc faz isso com esmero, babe!

Tem razão essa Marília, hein!

^^

M disse...

Eu não achei que você ia ler aquilo, sério mesmo. ._.
Vamos ver se eu encontro um jeito de encantar as pessoas, mesmo que não seja musicalmente. :P
Minha foto ali... e eu estava ouvindo música bem na hora que tirei.